quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Reumatismo em cães e gatos

Reumatismo é um termo não-específico para uma variedade de doenças como a febre reumática, a artrite reumatoide, a artrite comum, a artrose, entre  outras e condições caracterizadas por inflamação, dor e a limitação de movimento nas articulações e estruturas relacionadas. Ele não é uma doença única, e pode ser localizada ou generalizada. Embora o termo está atualmente fora de uso comum, pode ser usado quando um diagnóstico oficial de artrite degenerativa ou doença articular é incerto. (fonte:http://pets.thenest.com/)

O INVERNO E O REUMATISMO EM CÃES E GATOS

A chegada do inverno, muitas vezes, agrava as dores de uma pessoa comum , especialmente no clima frio e úmido, nos animais de estimação não é diferente, podendo ter em comum os mesmos sintomas. Isto pode incluir vários graus de claudicação, rigidez, fraqueza e dor. Muitos animais disfarçam sua dor, mas é possível observar que eles tornam-se  relutantes em subir ou descer escadas, ou ir para fora brincar, correr atrás da bola, ou pular como no caso dos gatos (você pode notar que antes ele subia no balcão com um grande salto, agora ele evita e usa vários obstáculos com pequenos pulos até chegar ao balcão ). O simples gesto de se levantar da cama pode causar muita dor e levar o cão a soltar um curto ganido.

Certamente, se algum destes sintomas estão presentes com a chegada do clima frio, um exame completo e avaliação clínica de um veterinário deve ser feita para o diagnóstico e tratamento adequado. 
Exames de sangue e Raio X, podem ser solicitados.
Existem alguns suplementos nutricionais que podem ser utilizados preventivamente ou quando seu animal apresentar alguns sintomas. Vários produtos de glucosamina, Antioxidantes como Proanthozone podem ajudar a diminuir a inflamação das articulações e tecidos afetados, diminuindo o que é conhecido como formação de radicais livres, que acredita-se estão envolvidos com muitos dos sintomas (converse com seu Veterinário de confiança).

A suplementação de ácidos graxos, como o ômega-3 para muitos desses animais de estimação pode ser benéfica. No entanto, se o seu animal de estimação tem condições médicas pré-existentes e / ou está fazendo uso de outros medicamentos para a  Artrite, é fundamental conversar com seu veterinário antes de iniciar qualquer suplementação. Além disso, uma cama ortopédica ou uma cama aquecida (você pode usar almofada térmica ou *bolsas de água quente ), podem ajudar a manter seu animal de estimação quente, aliviando o estresse sobre as articulações.Evite caixas de areia com paredes muito altas se seu gatinho está com dores. Procure dar conforto e facilidades ao seu bichinho que sofre com o reumatismo. (
Fonte:http://goo.gl/oaZFBq)

Aprendendo um pouco mais.

...A causa mais comum de reumatismo em animais de companhia é a velhice, embora esta doença pode realmente afetar cães jovens também. Algumas raças também podem ser mais suscetíveis principalmente cães de raça pura (Goldem, Boxer, Chiuaua, dentre outras...) . O Reumatismo também pode resultar da acumulação de produtos residuais metabólicos nos músculos. A alimentação que você da ao seu animal de estimação também é importante, pois certos alimentos podem aliviar os sintomas do reumatismo, ajudando a eliminar os resíduos tóxicos do sistema.

Os cães domésticos que passam muito tempo ao ar livre (especialmente no tempo de gelado) são mais propensos a sofrer de reumatismo. Peso adicional também vai colocar pressão extra sobre as articulações , por isso, se o seu gato ou cão é obeso ou está a cima do peso ideal, este pode ser um bom momento para iniciar uma dieta saudável. Outras causas podem incluir:

  • Anomalia óssea
  • Instabilidade dos ligamentos circundantes e tendões
  • Danos articulações
  • Infecção
  • Prejuízo causado por um sistema imunológico fraco (fonte:http://www.nativeremedies.com)
....Diz o Prof. Dr. Gudzent que o reumatismo em todas as suas formas agudas e crônicas tem de ser considerado com doença alérgica, isto é, como reação de hipersensibilidade do organismo diante de qualquer substância.
O tóxico produzido pela reação orgânica de hipersensibilidade deve procurar-se na albumina e quase exclusivamente na albumina dos ovos da alimentação.
Outros investigadores demonstraram, entretanto que, além da prejudicial albumina da alimentação, atuam como toxinas os produtos proteicos de exceção das bactérias e de outros organismos vivos, podendo ser origem de mudanças e alterações funcionais no sistema nervoso central, pelo que se deve insistir na destruição dos germes infecciosos de todo e qualquer tipo. 
Os focos sépticos têm de ser procurados nos dentes, amídalas, ouvidos, seios nasais, apêndice, intestino, vesícula, ovários e na próstata. Por isso, uma infecção tuberculosa sofrida na meninice ou na juventude e depois curada também pode dar ocasião a uma mudança no sistema nervoso central e, portanto, á formação ulterior de reumatismo. As primeiras conseqüências das alterações no sistema de regulação central são perturbações na irrigação sanguínea, em órgãos e tecidos. Se esta anormalidade na irrigação tem lugar num músculo, tudo se produz, por exemplo, nos músculos cardíacos, produz-se então o estado de reumatismo cardíaco com todas as suas conseqüências para os vasos e a circulação. (fonte:http://dicasnaturais.blogspot.com.br)

Fonte: Dicas Peludas.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...