sexta-feira, 24 de maio de 2013

Quando morre o cão - homenagem

Minha homenagem à cadela Preta que se foi como mártir, vítima da crueldade de um monstro.
...


Quando os cães morrem

Vão para um céu especial

Com plantações de ossos

Para serem roídos


Em tardes preguiçosas.

Com águas frescas

Para saciar sedes animais

E refrescar línguas enormes.



Com lugares amenos

Para deitar e coçar

Coceiras e pulgas.

Com quintais e gatos

Para rosnados ferozes

E dentes cheios de ameaças.



Mas as noites são tristes

No céu dos cães.

À noite, olham para a Terra,

Uivam lamentos

E choram,

Inconsoláveis,

A falta de seus donos...



Luiz Ernani Souza

Um comentário:

Anônimo disse...

um texto bonito, só faltou indicar a criadora da foto:
©Joana Araújo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...