terça-feira, 7 de setembro de 2010

Tudo está em nossas mãos

Eu recebo por email inúmeros pedidos de ajuda para divulgar animais para adoção. Não sei se ajudo realmente, o blog não tem tantos leitores assim e nunca recebi nenhum email dizendo que a divulgação no blog tenha colaborado para alguma adoção. Mesmo assim procuro fazer com que esse espaço tenha uma utilidade social. Eu mesma tenho animais aqui em casa que eram para adoção e acabaram ficando. Acho que você tem que ter um jeito de vendedor para convencer as pessoas de que adotar é um ato de amor.


Tem pessoas com mais afinidade com cachorros, outros com gatos, outros com pássaros e devemos respeitar essas predileções. Eu só não concordo quando alguém diz que ama cachorros e odeia gatos, aí eu acho que é demais. Você pode não ter jeito com determinado animal, mas dizer que ama uns e odeia outros me soa muito estranho. Talvez pessoas que digam isso sejam os primeiros a abandonar seu animal velhinho quando começa a dar muito trabalho.


Pra manter meus animais alimentados muitas vezes deixei de comprar algo pra mim, e não fez falta porque eram apenas bens materiais. Também não quero dizer que sou melhor do que qualquer outra pessoa porque faço isso, mas isso me faz muito bem.


Eu gostaria muito de poder convencer as pessoas que criar um animal, poder vê-los crescer ou mesmo adotá-los depois de adultos é muito bom, mas às vezes fico em dúvida sobre essa minha capacidade de convencimento. Queria poder fazer mais, mas fico impedida por uma série de barreiras que gostaria de derrubar, a principal delas é a financeira. Fico pensando o quanto pessoas botam seu dinheiro fora em coisas fúteis, quando poderiam direcionar um pouquinho disso para instituições que cuidam de animais de rua, que recolhem animais muito machucados, atropelados ou com tumores enormes.

Tudo está em nossas mãos, na capacidade que temos de nos tocar, nos emocionar com esses seres por vezes tão desprezados e que precisam tanto de nós, da nossa consciência e solidariedade. E essa capacidade é diretamente proporcional a educação que recebemos, principalmente em relação ao trato com os animais.


Como diz o texto escrito pelo Instituto Nina Rosa, "A educação de valores é uma das principais ferramentas para reverter a brutal realidade dos animais no planeta. É a forma sensibilizante, amorosa, de contribuir para transformar humanos em seres mais humanos. Deve-se iniciar em tenra idade, por meio do exemplo e depois continuar no ensino formal, inspirando, apoiando e valorizando sentimentos de compaixão, ética e solidariedade".

Foi assim que eduquei meus filhos e tenho muito orgulho deles.

Imagem: Amandaism Art
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...