quinta-feira, 29 de julho de 2010

Veja como denunciar maus-tratos aos animais



PROTEÇÃO E DEFESA AOS ANIMAIS
"Salvando os animais da ameaça humana".
Lei: abandono e maus-tratos é crime. Veja como denunciar!

Todo e qualquer animal tem o mesmo direito à vida que os seres humanos. Lembre-se de que eles habitam o planeta Terra bem antes do que o ser humano! O invasor aqui no caso somos nós! Respeitar e proteger os animais é um dever assegurado por leis municipais, estaduais, federais e internacionais. 

Caso você veja ou saiba de maus-tratos cometidos contra qualquer tipo de animal, não pense duas vezes: vá a delegacia de polícia mais próxima para lavrar boletim de ocorrência.A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). É importante levar com você uma cópia do número da Lei (no caso, a 9.605/98) e do Art. 32 porque, em geral, as autoridades policiais nem tem conhecimento dessa lei. Leve também o Art. 319 do Código Penal, caso  a autoridade se recuse a abrir o Boletim de Ocorrência. Afinal de contas estamos no Brasil, e se os próprios cidadãos deste País sofrem com o descaso de muitas autoridades, imagine os animais! Eis o texto da Lei:

Lei Federal nº 9.605 de 1998

Art.32. Praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.
Pena - detenção de três meses a um ano e multa.
§ Primeiro - Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animais vivos, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ Segundo - pena é aumentada de um terço a um sexto, se ocorre morte do animal.
·  
Decreto 24.645 (10-07-34)

Art. 1º - Todos os animais existentes no país são tutelados do Estado.
Art. 2º - § 3º - Os animais serão assistidos em juízo pelos representantes do Ministério Público, seus substitutos legais e pelos membros das Sociedades Protetoras dos Animais.
Art. 16º - As autoridades federais, estaduais e municipais prestarão aos membros das Sociedades Protetoras dos Animais, a cooperação necessária para fazer cumprir a presente Lei.



sexta-feira, 23 de julho de 2010

Amor incondicional

Adoro contar histórias de amor, elas me fazem chorar. Repasso aqui a história presenciada pela Adhri H., que recebi por email. 


" No dia 10/07, fui a um asilo levar algumas doações. Como sempre, vem ao meu encontro algum caso de animal. Este caso me chamou muito a atenção, fiquei perturbada devido ao tamanho do amor que vi. Um homem sem uma perna, em uma cadeira de rodas, me perguntou se eu teria algum casaco para dar a ele (nesse dia estava muito frio). Quando olhei para ele o meu olhar foi atraído para duas cadelas, uma em seu colo e a outra ao lado. Entreguei a ele vários casacos e algumas camisetas, ele estava muito sujo e sem agasalho. Comecei a conversar com Miguel, saber um pouco mais da sua história, do motivo de morar nas ruas.Ele me contou que perdeu uma perna aos treze anos, um trem a decepou e ele veio para a capital em busca de trabalho. Mas não achou nada por aqui e perdeu contato com a sua família e os anos foram se passando...Hoje ele tem 57 anos e dois grandes amores, as suas cadelas, ele se refere a elas como a "sua família". Ele poderia ir para um asilo? Um albergue para passar as noites? Sim, poderia, mas ele não abre mão das suas amigas. Ele disse, um lugar que não aceita elas também não me aceita. Então prefere passar frio, ficar na chuva, abrir mão de uma cama por amor a suas amigas.Elas não se separam dele, uma tem 12 anos e a outra 8. Ele simplesmente as ama incondicionalmente. Acredito que morreria sem as cadelas e elas também sem o seu dono.Elas estão bem cuidadas, mas tem aquele olhar de quem vive na rua, feito o seu dono, um ar de desesperança. Outro fato que me chamou a atenção, perguntei se elas eram castradas, ele me falou com orgulho, sou consciente e me mostrou o corte cirúrgico, coisa que muita gente que mora em casa nem se preocupa. Ele que mora na rua ficou preocupado com isso. Mais uma vez ele me surpreendeu. Fui ver onde ele mora, é em uma esquina, na avenida Jabaquara com a rua Paracatu, debaixo de uma marquise, tendo como vizinho muito lixo
Será que alguém poderia ajudá-lo?".
.

domingo, 4 de julho de 2010

Não use produtos testados em animais


Precisamos pesquisar para saber o que as empresas fazem longe do nosso olhar. Quando compramos um produto que teve como resultado o sofrimento terrível do animal nós somos coniventes. Muitas vezes não queremos saber das verdades, porque é mais fácil "tapar o sol com a peneira". Mesmo que não queiramos enxergar, para dar um basta precisamos parar de consumir produtos que testem em animais.
O site PEA (Projeto Esperança Animal) traz muitos esclarecimentos sobre o assunto. Vale a pena conferir!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...