sexta-feira, 12 de junho de 2009

Frases sobre vegetarianismo

Deveríamos ser capazes de recusar-nos a viver se o preço da vida é a tortura de seres sensíveis.
Mahatma Gandhi

Sinto que o progresso espiritual requer, em uma determinada etapa, que paremos de matar nossos companheiros, os animais, para a satisfação de nossos desejos corpóreos.
Mahatma Gandhi

Que horror é meter entranhas em entranhas, engordar um corpo com outro corpo, viver da morte de seres vivos.
Pythagoras

terça-feira, 19 de maio de 2009

E as plantas?

      Transcrevo aqui um texto que li e achei incrível pela lucidez e clareza com que o autor, Bruno Muller,nos mostra o quanto é incoerente e até maliciosa a comparação que as pessoas fazem entre os animais e as plantas na alimentação.
      E as plantas?
      Começando a tratar, portanto, das questões mais recorrentes que vegetarianos e veganos enfrentam, quero tratar de uma das mais populares entre os onívoros. Uma pergunta que sempre aparece, com variações: “mas e as plantas? Elas também não sentem? Por que devemos ter compaixão pelos animais e não por elas?”
      Ler texto na íntegra no site ANDA

domingo, 17 de maio de 2009

Ser vegetariano ajuda a construir um mundo mais justo


      O que vou escrever não é novidade, já foi dito, mas gostei e repito: eu não acredito em religiões que digam que os animais foram feitos para servir ao homem, isso é uma mentira, os animais tem os mesmos direitos de viver sem dor e sem sofrimento que nós humanos temos.
      Nem todos têm a capacidade de se colocar no lugar do outro. Se tivessem, veriam que impregnado naquele pedaço de carne que comem existe muito sofrimento causado não somente na hora do abate, mas durante todo o confinamento de uma vida sem liberdade.
      Veja o exemplo das galinhas poedeiras nas granjas, fechadas numa minúscula gaiola, com a luz constantemente acesa, sem o direito de dormir, elas são obrigadas a botar ovos dia e noite até morrerem.     Os ovos também são produtos da dor. Outro caso triste é dos bezerrinhos que são retirados da mãe recém nascidos para que eles não tomem o leite ao qual tem todo o direito, porque humanos deverão mamar até a idade adulta. Medicamentos dados para a vaca, mais aquelas máquinas terríveis de tirar o leite causam mastite, com muito pus,que vai junto com o leite que o ser humano vai mamar, mesmo quando há outros substitutos para o leite. Então, o leite também é produto da dor.
      Ser vegetarianos nos possibilita poupar alguns animais e também nos devolve saúde. Tenho fôlego de um gato e nem um simples resfriado sou capaz de ter.
      Pense na possibilidade de ajudar a ter um mundo melhor e mais justo deixando de comer carne e todos os produtos resultantes do sofrimento animal.
      Afinal, se você ama uns (cachorros, gatos, passarinhos...), por que comer outros (vaca, galinhas, peixes, coelhos...)? Todos merecem viver sem sofrimento.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Gatinho preso numa lata





      Recebi por email da minha sobrinha um alerta. Um gatinho ficou preso durante dois dias em uma latinha de alimento para gato. A moça que o salvou tentou pegá-lo durante dois dias, conseguiu colocá-lo numa caixa de transporte depois de ficar toda arranhada e sangrando. Um taxista de confinça foi quem o levou para a clínica Chatterie, onde foi salvo pela médica veterinária Rochana Rodrigues. As fotos foram tiradas na clínica antes e após a cirurgia. O animalzinho está fraquinho e desidratado, mas está salvo. O gatinho era de rua.
      Resta saber se haverão sequelas causadas pelos cortes profundos nos nervinhos da face.
CHATTERIE
Av. São Pedro, 1545
Bairro São Geraldo
Porto Alegre
Fones: (51)3343-9878

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Como cuidar bem de seu gatinho



Oi Amigos!
Estou retornando depois de um período de muito estudo, leituras, e acesso a internet praticamente só para fazer pesquisas. Precisei por isso me desligar por uns tempos dos meus dois blogs e de alguns sites porque me envolviam muito. Agora que o trabalho está bem adiantado retomo àquilo que me dá muito prazer, que é escrever sobre animais e meio ambiente.
Quem me conhece sabe que sou louca por animais. Mas gatos, principalmente os feinhos, magrinhos e abandonados são os meus preferidos. Muitos chegaram aqui em casa completamente desnutridos e a assustados, hoje são uns gatões e gatonas lindos e que me dão muita alegria.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Salvando os passarinhos


ATENÇÃO!

As informações abaixo poderão ser usadas numa EMERGÊNCIA. Porém não elimina a necessidade de levar o passarinho ao veterinário, que só ele poderá dar o diagnóstico correto. Não sou autora do texto, mas o acho extraordinário para conscientizar as pessoas, por isso coloquei esse post com todas essas informações preciosas, mas não sou especialista no assunto, não sou veterinária, então não tenho condições de dar um diagnóstico sobre os passarinhos que os amigos e amigas venham a salvar. Por favor, procurem ajuda especializada.

No facebook tem uma página especializada em pássaros. Tire suas dúvidas perguntando para especialista sobe o caso,  com foto nesse endereço https://www.facebook.com/refugio.de.aves.pajaros.caidos?fref=ts

Dicas preciosas para proteger os nossos amigos pássaros

Embrulhe os chicletes antes de jogar fora

Atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta, os passarinhos comem restos de chicletes deixados irresponsavelmente em qualquer lugar.Ao sentirem o chiclete grudando em seu bico, tentam, desesperados, retirá-lo com os pés., e aí acontece o pior: acabam sufocados.Por favor, embrulhe o chiclete num pedaço de papel e jogue-o no lixo.

Fios de cabelo são um perigo

Eles prendem as aves nos galhos das árvores,
impedindo-as de voar e se alimentar. Elas ou
morrem à míngua ou perdem partes da pata
para se livrarem.
Nunca jogue fios de cabelo nas ruas.

Nunca use jornais em nenhuma gaiola: Sempre papel de escritório (xerox, folhas de apostilas, folhas de cadernos, etc... etc..), pois o jornal é extremamente nocivo ao aparelho respiratório de qualquer SER VIVO. O problema é a tinta (que contem CHUMBO) e o pó que sai do jornal.

Coloque uma vasilha com terra: a vasilha deve ser trocada 1 vez na semana, no mínimo. Coloque também alguns verdinhos.

Sempre que encontrar uma ave, verifique:

*Bumbum: Veja se não tem coco grudado, fechando o orifício anal, impossibilitando a saída das fezes. Se isso acontecer, coloque a bundinha da ave em uma aguinha levemente morna, espere um pouquinho e retire com cotonete. Depois, seque com um papel toalha ou guardanapo de papel SEM ESFREGAR e coloque HIPOGLOS.
*Interior da boca: Veja se está tudo rosadinho e se não tem nenhuma coisa branca presa na garganta. Se isso acontecer, não tente retirar de qualquer jeito, pois como é uma região muito vascularizada, corre o risco da ave se esvair em sangue.
*Falha de penas na cabeça: Faltando penas numa determinada região = passe HIPOGLOS (é uma espécie de fungo que dá nas penas e isso desaparece com o uso dessa pomada).
*Asas: Abra as asas com MUITO CUIDADO, pois pode estar quebrada. Normalmente, quando a asa está quebrada, ela é mais baixa que a outra. Se a quebradura for recente (dá para notar pela TRISTEZA da ave, pelos movimentos, etc.) dê uma gota de ARNICA LÍQUIDA no bebedouro. Não pode ser mais do que 1 gota, pois contem álcool. No local da quebradura, passe ARNICA POMADA. Normalmente, não voam mais depois disso. Mas... vivem bem.
*Axila e virilha: Esses dois locais as vezes sofrem arranhões de gatos que tentam pagá-las. Outra coisa é antena de carro, quando elas estão voando. Nesses dois casos, tem que IMOBILIZAR. Coloca CYRTOPODIUM no ferimento, enrola a ave em um paninho e deixa quieta. Elas não gostam, mas é uma forma de cicatrizar.

Em todos os casos de feridas: Recomendo que a gaiola fique forrada com pano, evitando assim que escorreguem no papel do fundo da gaiola, causando mais danos ao ferimento. Afinal, elas estão acostumadas a caminhar em troncos de árvores ou na terra. Sacos brancos que se usa para fazer pano de prato são ótimos. Não é bom usar nada felpudo, pois podem prender as unhas.

Bebês que caem do ninho

Tudo que se precisa é de UM PALITO, UMA BANANA, UMA COLHERINHA DE CAFÉ com água e TORY.

*NUNCA coloque a ave de barriga para cima para alimentá-la. Mantenha sempre na posição normal, igual a você sentada e comendo. Eles se engasgam muito facilmente.

*Pegue o filhote, coloque num paninho e deixe somente a cabeça de fora. É uma forma dele ficar quieto.

*Pegue um palito, morda a ponta para não ficar dura. Passe o palito na banana, pois assim a ração irá grudar no palito.

*Pegue a cabeça do filhote por cima e segure-a. Com a ponta do palito mordida force LEVEMENTE a abertura do bico pela lateral do bico. Quando conseguir abrir, segure-o aberto (NÃO APERTE para não quebrar) e cuide para não tapar o nariz. Passe rapidamente o palito na banana e logo em seguida na ração e coloque na boca do filhote. Solte o bico. Na terceira ou quarta vez, será mais fácil, pois eles facilitam a abertura do bico, graças a fome.

*Dessa ração TORY, eles comem mais as bolinhas amarelinhas, que é o PAINÇO e umas pretinhas.

*Para dar água, pegue a colherinha com água e OFEREÇA, colocando o bico imerso na colher, SEM LEVANTAR O BICO. A colher fica paralela ao bico. A água entra pelas laterais do bico, eles sentem que é água e bebem sozinhos!

*Isso se faz de 2 em duas horas, mas... NÃO se deixa um pote com comida e outro BEM RASINHO com água, pois como são nenês, eles podem cair no pote de água e morrer afogado.

Mitos sobre pombos
Por: Fátima Borges Pereira – Artista Plástica, Poetisa, Professora de Teatro Infantil e Português.
Então, se formos falar das doenças “supostamente” transmitidas pelos pombos ou aves, seremos obrigados a expor ao ridículo os medos e os preconceitos referentes aos pombos. Pois, de tudo o que são acusados, ou é MITO ou PURO PRECONCEITO por falta de informações corretas. A saber:


A “DOENÇA DO POMBO” não existe;

A “TOXOPLASMOSE ADQUIRIDA DIRETAMENTE DO POMBO” é impossível de acontecer, já que o parasita no pombo não desenvolve o ciclo vital e reprodutivo, condição indispensável para se tornar infeccioso ao ser humano. E, além disso, sabe-se que a principal causa da toxoplasmose é a ingestão de verduras mal lavadas e carnes contaminadas mal passadas. Infelizmente, você não vai saber se estão ou não contaminadas, pois a aparência não modifica;

A “Salmonelose” é uma bactéria encontrada até num ovo de galinha, que você pode estar comendo sem saber, e, é praticamente sinônimo de comida estragada;

A “Tuberculose aviária” difere-se da tuberculose humana e bovina. Comum a todas as aves, sua bactéria pode ser encontrada no solo, na serragem, nas ostras, nas minhocas e até no leite fresco. Embora o homem seja bastante resistente ao bacilo, suas principais fontes de contágio são a carne mal cozida e leite mal fervido;

Os “Piolhos de pombo” são ácaros encontrados também em outras aves silvestres, específico das penas, mesmo que “eventualmente” passem para as pessoas que toquem em aves infectadas, não sobrevivem mais que algumas horas, ou seja, morrem de fome!!! Faltam penas ao homem para que possam alimentar os piolhos;

“Histoplasmose e a criptococose” são doenças transmitidas por fungos que se desenvolvem em dejetos, são originários também das fezes humanas, de outros animais, do solo orgânico e até de frutas podres. Esses fungos, não resistem ao sol e às altas temperaturas do nosso clima. As condições ideais para seu desenvolvimento são os ambientes fechados e com grande acúmulo de matéria orgânica.

Fonte: PEA - Aves (Pombos e Rolinhas) Por Iracema Blando Hochman
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...