domingo, 10 de agosto de 2008

Como é difícil dar remédios para gatos!

Dar remédio para os gatinhos é uma das coisas mais difíceis de se fazer. Alguns são mais dóceis que outros, mas a Teylor percebe de longe quando vou dar medicamento a ela. Dia desses estava dando um vermífugo oral para um deles e nem tinha percebido que ela estava por perto, de repente vi que ela saiu correndo porta a fora e ficou me olhando com uma carinha estranha.
Achei interessante o texto publicado na página da UOL Bichos e resolvi publicar o texto sobre como administrar medicamento em gato devido a minha grande inapetência em fazer isso.

Como administrar medicação oral em um gato

Uma parte importante dos cuidados com gatos é saber como tratar o seu gato doente, especialmente a administração de medicação oral. Gatos não gostam de tomar remédios, assim como as crianças. Também é difícil porque os gatos não entendem o que você está fazendo, e por quê você está fazendo aquilo. É importante que um gato receba a medicação de que precisa sem cuspi-la. A seguir alguns métodos para ajudá-lo a administrar medicações orais, líquidas ou em pílulas, a seu gato.

Líquidos
Passo 1: contenha o gato. Coloque sua mão direita sobre o corpo do gato e sob o peito de forma que o peito repouse sobre a palma de sua mão. Levante o gato firmemente contra você de forma que o corpo dele esteja seguro entre seu antebraço e seu corpo.
Passo 2: se houver um assistente disponível, coloque o gato sobre uma mesa ou bancada. Faça com que o assistente coloque as duas mãos cuidadosamente em volta dos ombros do gato, porém firmemente, e empurre o gato contra a mesa de forma que ele não possa usar as patas dianteiras para arranhar.

Líquidos, passo 2
Passo 3: se o gato estiver de alguma forma agressivo, peça ao assistente que envolva todo o gato, exceto a cabeça, em uma toalha grande.
Passo 4: cuidadosamente mantenha a boca do gato fechada e levante levemente sua cabeça.
Passo 5: usando um conta-gotas plástico ou uma seringa inserida no canto da boca do gato, coloque o líquido para dentro da boca aos poucos, permitindo que cada porção seja engolida antes de dar mais.
Passo 6: cuidadosamente friccione a garganta do gato para estimular a deglutição.

Pílulas
Passo 1: coloque uma das mãos sobre a cabeça do gato de forma que os dedos polegar e indicador fiquem bem atrás dos dentes caninos, com a cabeça do gato repousando sobre a palma de sua mão.
Pílulas, passos 1, 2, e 3
Passo 2: cuidadosamente incline a cabeça do gato para trás de modo que o focinho aponte para cima.
Passo 3: empurre o dedo polegar na direção do indicador; a boca do gato se abrirá.
Passo 4: segure a pílula entre os dedos polegar e indicador da sua outra mão. Use seu dedo médio para empurrar para baixo a mandíbula inferior e mantê-la aberta. Coloque a pílula tão profundamente quanto possível na garganta.
Passo 5: feche a boca do gato rapidamente, e cuidadosamente friccione sua garganta para estimular a deglutição.
Se o gato é difícil de lidar, você precisará de ajuda para imobilizá-lo. Se a pílula for muito grande, lubrifique-a com vaselina ou manteiga.


Fonte: Sheldon Rubin, DVM. "HowStuffWorks - Como administrar medicação oral em um gato".

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Os ventos que às vezes levam algo que amamos...


"Os ventos que às vezes levam algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar...por isso não chore pelo que foi tirado e sim, ame o que foi dado. Pois, tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre..."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...