quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Caça? Sou contra

Autor: Sydney Rezende


Nunca me identifiquei com a arte de matar. Perfilo ao lado dos que cultivam o diálogo, afeto, troca de conhecimento. E por fé inabalável aceito o uso de armas letais só em situações extremas.
Não tem o direito de aniquilar a integridade física de ninguém. Por princípio, sou contra assassinar o outro. Não sou um budista que com o coração grande busca a harmonia cósmica. 
Mas minha índole se reconforta com o respeito ao outro. Principalmente aos mais fracos fisicamente do que eu.


Leia o texto integral AQUI.

18 comentários:

Regina Bolico disse...

Fico impressionada com a natureza humana. Não é à toa que a nossa nave, a mãe Terra, está sendo destruída. São posturas assim, de pessoas que tem o poder da mídia, que poderiam ajudar a fazer um mundo melhor, que estragam tudo. A arrogância do ser humano diante das outras espécies não tem fim. A campanha a favor da caça, da matança indiscriminada de animais por parte de Maitê Proença, deixou chocada a mim, cidadã, protetora de animais e ambientalista e a tantos outros brasileiros que não concordam e lutam contra absurdos como esse. Infelizmente ela tem o apoio de muita gente, certamente essas mesmas pessoas que não respeitam os ritmos e ciclos da natureza, pessoas em que a superficialidade, arrogância e dinheiro estão em primeiro lugar.

Renato (HappyBlue) disse...

Bom dia querida amiga Regina!

Feliz 2009! Desejo que as experiências próximas de um Ano Novo lhes sejam Construtivas, Saudáveis e Harmoniosas. Muita Paz, Saúde e Amor em seu contínuo despertar! Felicidades, Realizações e Muitas Alegrias! Luz!

Aproveito para deixar um convite...
Gostaria de te convidar para um “Momento de Paz”, uma Blogagem Coletiva pela Paz Mundial, que acontecerá durante todo o mês de janeiro (01/01 a 31/01/09). O objetivo maior é comemorar o Dia Mundial da Paz e da Fraternidade Universal, com uma mobilização em forma de campanha para um Mundo Melhor. Faça parte deste grupo que acredita que é possível que a humanidade encontre o caminho da Paz, através do abandono das armas. Reconheça este estado de calma e tranqüilidade com ausência de perturbações ou agitação. Todos nós somos e devemos viver como irmãos e a Paz, representada pelo pombo e pela bandeira branca, é um objetivo de Vida!

Geralmente uma Blogagem Coletiva é um convite direcionado somente para quem tem um blog ou um site em qualquer plataforma da internet. O Quiosque Azul, o meu blog, convida também a todos que não possuem qualquer portal e queiram participar divulgando e colaborando para a Paz Mundial através do formulário de comentário ou e-mail que relaciono ao final desta mensagem. Por favor, participe, divulgue e colabore! Comunique e convite os seus amigos e/ou leitores. Toda e qualquer colaboração será bem vinda! Veja todas as instruções de como participar no link abaixo:

http://quiosqueazul.blogspot.com/2008/12/momento-de-paz.html

Desde já agradeço e desejo que esta mobilização alcance o seu maior objetivo e seja uma grande soma para União de todas as Nações.
e-mail para blogagem Quiosque Azul:
happyblue.blogagemcoletiva@gmail.com

Blog Quiosque Azul – Um Lugar em Minha Vida!
http://quiosqueazul.blogspot.com/

Link direto para esta blogagem na Comunidade do diHITT
http://dihitt.com.br/quiosqueazul/noticia/blogagem-coletiva-momento-de-paz-/

Agradeço também se puder colocar a imagem do selo oficial (pequeno), aqui em sua side-bar (barra lateral), em forma colaborativa de divulgação desta Campanha pela Paz Mundial: “Momento de Paz”. Obrigado! Luz! Renato (HappyBlue)

Alexandre Brendim disse...

Regina,

deixei um presente de ano novo para você no blog, espero qe goste!

http://www.jjcabeleireiros.com.br/blog.html

Pelirroja disse...

Olá, Regina! Fiquei muito feliz com seu comentário no Abóboras. Eu também amo os animais, e uma paixão principalmente por cachorros e gatos, desde que era bem criancinha.

Triste pensar que uma atriz como a Maitê Proença, uma pessoa viajada e formadora de opinião com uma visão tão estúpida.

Um grande abraço e Sucesso em 2009!

Dona Doida disse...

Olá, pessoal. Sou vegana, escritora, e como vocês, tenho como valor maior o respeito a todas as formas de vida.

Com relação à declaração pouco pensada da Maitê, tem uma notícia comentada bem interessante no link da ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais): http://anda.imprensa.ws/noticiaDetalhe.php?idNoticia=589.

Sobre o texto do Sidney, me chamou a atenção o fato de ele não ser vegetariano, embora já tenha tentado, ao mesmo tempo que ame tanto os animais.

Eu me tornei vegetariana por empatia, depois de ver A carne é fraca, e sentir a dor do animal morrendo. Eu senti a dor do outro, e foi uma experiência que mudou a minha vida.

Talvez, Sidney, você ainda coma carne porque não conseguiu acessar a dor dos animais, que indefesos, são vítimas da crueldade e soberania humana. Ou talvez você ainda não faça o link ao levar o pedaço de carne até a sua boca. Você está levando sofrimento e quase nada de energia vital.

Por mais que o paladar goste ou esteja acostumado, você começa a enxergar com os olhos da consciência todo sofrimento que está contido ali, naquele corpo morto no prato.

Talvez falte a você justamente a consciência, a presença no gesto. O saber o que está entrando em vc e para a sua vida. Não viver no automático.

A vibração de tudo o que fazemos reverbera na gente e o nosso corpo é o primeiro a responder.

Posso lhe indicar vídeos e textos interessantes - bastante informativos sobre o tema. A carne é fraca e Terráqueos são dois bons exemplos.

Um grande abraço e obrigada pelo presente do diálogo.

Bruna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruna disse...

Regina, não posso descrever a felicidade que tenho quando encontro blogs, sites, comunidades, entre outros, como o seu. A sanidade do homem está no limite, porque matar um ser que não pode se defender é uma atrocidade que nós julgaríamos loucura. Felizmente, os projetos contra a matança desenfreada estão crescendo. Que bom que podemos fazer nossa parte: divulgar. Sejamos vegetarianos pela vida. Um beijo, vou acompanhar seu blog, certo?:*

Regina Bolico disse...

Querido amigo Renato!
Já coloquei o selo oficial da campanha no blog. Procurarei elaborar um texto e depois entro em contato contigo. Parabéns pela campanha!
Um abraço.

Regina Bolico disse...

Alex!
Obrigada pela visita e pelo presente.
Um abraço.

Regina Bolico disse...

Pelirroja!
Achei muito interessante o teu blog, adorei os textos. Quanto a Maitê Proença, também achei uma estupidez a opinião dela a respeito do assunto.
Um abraço.

Regina Bolico disse...

Oi Bruna!
Obrigada por acompanhar o blog. Ele é feito com muito carinho. Adoro animais e às vezes somos vítimas da incompreensão de pessoas muito superficiais, em que a vida de um animal não tem valor nenhum.
Um abraço.

Regina Bolico disse...

Querida Dona Doida!
Conheço várias pessoas que amam animais mas não são veganas. A maioria delas procura não pensar em todo o processo de sofrimento que envolve levar a carne até o prato delas. Não posso falar, meu processo de conscientização foi bastante lento, mas definitivo. Até hoje as pessoas me olham com estranheza.
Eu estou reproduzindo esse texto do Sidney Rezende no meu blog, mas você poderá colocar o teu comentário diretamente no site dele, cujo endereço está no final do texto.
Um abraço.

Amilton disse...

Caça??? NADA JUSTIFICA!!!Um absurdo total!!! Os bichos, pobres e indefesos, tem o direita a vida também! Lamentável essa posição da Maite.
Abs,
Amilton.
interamil.net

Mandy disse...

Oiie, adorei teu blog por isso te indiquei ao prêmio dardos la no meu blog !
www.mypinksecrets.blogspot.com
;**

Karla Nogueira disse...

Infeliz esse comentário da Maitê Proença. Qual pode ser o prazer (a não ser doentio) de alguém sair atrás de um animal indefeso, para abatê-lo e exibi-lo como troféu? Isso não passa de estupidez.

Mudando de assunto...
Acabei de adotar uma gatinha...rs Ela se chama Nina. Em tese não poderia ter mais nenhuma (já tenho duas aqui no Rio), mas não teve jeito. Ele parece estar feliz!

Bjs Regina!

Regina Bolico disse...

Querida Karla!
Não vejo mais o programa saia justa de tanta aversão que fiquei dessa senhora.

Quanto a tua gatinha, parabéns por mais uma vida salva.
Eu tô com uma gataiada aqui em casa. Adoro todos!
Beijo.

Rosiane Oliveira disse...

Gente por favor me ajudem...
Eu acabei de salvar um passarinho do pega rato, tirei ele da cola com muito cuidado com oleo de soja, ele se movimenta mais não voa por causa da cola, o que faço para alimentar ele toda vez que pega ele me pica e não solta e doi e ele está muito agitado por favor o que faço?

Regina Bolico disse...

Oi Rosiane!
Desculpe só te responder agora. Como está o passarinho? Eu não tenho quase nenhuma experiência com passarinhos. Acredito que o fato dele ter ficado colado deve ter sido muito traumático e picar é uma reação de defesa. Ele deve estar muito assustado. Não sei se ainda está vivo, já que são animaizinhos muito frágeis. Um abraço e tudo de bom!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...